POLÍCIA CIVIL-SP DEFINE BANCA ORGANIZADORA DO CONCURSO.

Foi divulgada, no Diário Oficial do Estado desta sexta-feira (9), qual será a organizadora do concurso da Polícia Civil do Estado de São Paulo (PC/SP) que vai preencher 2.750 vagas. A escolhida foi a Fundação Vunesp.

Como a definição da banca ocorreu de forma direta, por meio de dispensa de licitação, a expectativa é de que a publicação dos editais possa ocorrer já nas próximas semanas, ainda em março.

Do total de oportunidades, 1.100 são para cargos com exigência de ensino médio e 1.650 para carreiras com necessidade de nível superior, com remunerações iniciais de até R$ 10.142,55.

Ensino médio

 

No caso de ensino médio, as vagas autorizadas para os novos concursos da PC/SP serão para os cargos de agente de telecomunicações (com 300 vagas), agente de polícia (400), papiloscopista policial (200) e auxiliar de papiloscopista, também com 200.

Para os cargos de agente policial e auxiliar de papiloscopista, a remuneração inicial é de R$ 3.428,38, incluindo o salário de R$ 2.793,60 e o adicional de insalubridade de R$ 634,78. Para papiloscopista e agente de telecomunicações, iniciais de R$ 4.086,56, incluindo salário de R$ 3.451,78 e os R$ 634,78 de insalubridade.

A diferença salarial entre os cargos de agente policial e auxiliar de papiloscopista para os papiloscopistas e agente de telecomunicações se deve à lei complementar 1.249, de 3 de junho de 2014, que alterou de ensino fundamental para médio a exigência de ingresso para os cargos de agente, atendente de necrotério e auxiliar de papiloscopista, sem compatível alteração salarial.