Fena PRF afirma que atual diretor-geral da corporação irá lutar por concursos anuais!

O novo diretor-geral da Polícia Rodoviária Federal (concurso PRF), Adriano Marcos Furtado, se reuniu com o presidente da Federação Nacional dos Policiais Rodoviários Federais (FenaPRF), Deolindo Carniel, e o vice-presidente, Dovercino Neto, além do diretor executivo do órgão, José Lopes Hot, para discutir a gestão da corporação.

No encontro foi colocado em pauta a necessidade de aumentar o número de policiais para reforçar o quadro da PRF, que atualmente conta com um déficit de mais de 3 mil policiais. O presidente da FenaPRF pediu que o novo diretor lutasse para que novos concursos para a corporação sejam realizados anualmente, pois o déficit de policiais pode chegar a 5 mil em 2020.

Segundo informações da assessoria de comunicação da FenaPRF, o novo diretor-geral se mostrou receptivo em relação aos pedidos e assumiu o compromisso de lutar por novos editais anualmente e a trabalhar em conjunto com o sistema sindical.

PRF anunciou novo concurso para este ano 

Um novo edital para a corporação deverá ser publicado neste ano. O anúncio foi feito pelo ex-diretor da corporação, Renato Dias, em publicação em seu perfil no Facebook.

Perguntado se haveria a possibilidade de realização de um novo concurso em 2020, o chefe da PRF respondeu que um novo concurso com maior número de vagas será realizado em 2019.

A autoridade não informou para qual carreira será realizado o novo concurso, porém diante do grande déficit, a expectativa é de que o novo edital oferte oportunidades na carreira de Policial Rodoviário Federal, já que as 500 vagas ofertadas no concurso em andamento não suprem a deficiência a corporação.

Projeto de Lei aprovado prevê R$ 39 milhões para PRF

No dia 13 de novembro de 2018, o Congresso Nacional aprovou o projeto de Lei 78/2018 que prevê a abertura de crédito para a área da Segurança Pública.

Com a aprovação do Projeto de Lei, serão liberados R$ 39 milhões para uso da Polícia Rodoviária Federal. Com esse valor, a corporação pode realizar seu próximo concurso para suprir a carência de servidores e melhorar seu funcionamento.